Modulação Intestinal

Por Dr. Juliano C. Ludvig
Médico, Especialista em Gastroenterologia

A alimentação tem enorme influência na saúde do indivíduo e da modulação intestinal. Há 2 mil anos Hippocrates formulou a frase “Deixe a alimentação ser seu remédio”! Os microorganismos do trato gastrointestinal não são só sensíveis a certos tipos de nutrientes, mas também reagem de forma diferente a cada um deles - portanto podem ser modulados de maneira positiva ou não. Alimentos interferem no crescimento, adaptação e reações executadas pela microbiota intestinal. Denomina-se PREBIÓTICOS alimentos que promovem o crescimento de bactérias intestinais. Portanto, consegue-se através da identificação do tipo de microbiota intestinal e comportamento (sequenciamento genético) escolher qual grupo alimentar é o ideal para o indivíduo e sua flora intestinal.

Outros fatores podem também interferir na saúde da microbiota intestinal, sendo a realização de Atividade Física regular (>4 x semana) uma das mais comentadas. Em muitos casos, a suplementação de “boas bactérias” - PROBIÓTICOS, tem papel fundamental na manutenção do equilíbrio intestinal. Ideal que sejam definidos após estudo do tipo de Disbiose devido o caráter individual. Quando associa-se uso de Prebióticos e Probióticos selecionados, chamamos de terapia simbiótica.

Há casos em que necessita-se restaurar de forma intensa a flora intestinal, principalmente quando o padrão de disbiose compromete a saúde do indivíduo (ex colite pseudomebranosa causada pela bactéria Clostridium) sendo realizado o chamado Transplante de Microbiota Intestinal. Nesse procedimento, uma “nova flora intestinal saudável” coletada e preparada de indivíduos selecionados é colocada no intestino do paciente para reconolizá-lo e gerar novamente equilíbrio (EUBIOSE). Os resultados tem sido excelentes em determinadas patologias.

 

Dr. Juliano C. Ludvig é Médico, Especialista em Endoscopia Digestiva pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva – SOBED e Especialista em Gastroenterologia Clínica pela Federação Brasileira de Gastroenterologia – FBG. É Coordenador Regional da ABCD - Associação Brasileira de Colite e Doença de Crohn. É Membro Titular do GEDIIB - Grupo de Estudos das Doenças Inflamatórias Intestinais no Brasil. É Chefe do Setor de Gastroenterologia do Hospital Santa Isabel e Presidente do Centro de Estudos do mesmo hospital. Tem Residência Médica em Clínica Médica no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e Residência Médica em Gastroenterologia no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. Também é International Member of the American College of Gastroenterology e International Member Of the ECCO - European Crohn’s and Colitis Organization.

Contatos e solicitações de agendamento

Descreva em detalhes sua solicitação ou contato. Responderemos assim que possível através de um dos dados de contato informados abaixo.

*Campos obrigatórios

Canais de atendimento

Para fazer um agendamento de consulta, por favor utilize uma das formas de contato mostradas nesta seção.

Nosso horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 18h.

Ed. Stein Tower - Rua Mal. Floriano Peixoto, 222 Sala 1203

Centro - 88160-076
Blumenau - SC

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Clique em "Minhas opções" para gerenciar suas preferências de cookies.

Minhas Opções Aceito

Quem pode usar seus cookies?

×

Marketing (1)

Códigos de rastreio com intuito de coletar informações para melhorar sua experiência com anúnciosmais detalhes ›

Tag Manager

Cookies necessários (1)

São essenciais pois garantem a segurança da sua navegação e nos permitem dimensionar o volume de acessos que temos. Sem esses cookies, alguns serviços essenciais do site não podem ser fornecidos. Esse nível é o mais básico e não pode ser desativado.
Benefícios: Apenas os necessários para que o site funcione.
Exemplos: Segurança, sessão do usuário, estatística básica de acesso.mais detalhes ›

Google Analytics